segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Desigualdade e solidariedade

O que é preciso reivindicar não é a igualdade que é ilusória. Do nascimento à morte há desigualdade: quando a criança nasce, o pai e a mãe são fortes e ela é fraca: e quando ela se tornar forte, os seus pais ter-se-ão tornado fracos. O que é necessário à própria vida é a solidariedade.

Abbé Pierre, 1995

Sem comentários:

Os legionários, os arautos, os sodalícios, os malteses, os imaculados... todos diferentes, todos muito iguais nos lados obscuros, nas trapal...