terça-feira, 6 de novembro de 2012

Pelos ouvidos

Não é por me terem dito que és o Filho de Deus que ouço a tua palavra; a tua palavra é bela, acima de qualquer palavra humana; é nisso que reconheço que és o Filho de Deus.

André Gide (1869-1951)

2 comentários:

Anónimo disse...

Outro que foi silenciado pela Igreja e encerrado no index!
Paradoxalmente, são muitos desses que mais tarde são reconhecidamente como os “abraçados” com uma força sem limites pelo Verbo que se fez carne entre nós… leva algum tempo, outras vezes nunca acontece aqui neste espaço onde vivemos…mas isso já não importa, porque nesse Abraço do VERBO já “nada nos poderá separar do Amor de Cristo…”!

Só quem é assim abraçado poderá perceber essa dimensão da Palavra!

Anónimo disse...

Pois. As suas atitudes, próprias de uma pessoa que se vangloriava em ser e viver obscenamente (e assim ganhar prestígio) e que chegaram à ofensa pessoal, à pornografia e ao insulto a Cristo e aos Cristãos (um dos quais a sua esposa a quem tratava violentamente mesmo em público), talvez tenham tido alguma coisa a ver com isso. Não foi o "crucificar Cristo e perseguir a Igreja" o mote da sua vida? Teria sido uma pessoa assim abraçada pela Palavra? Claro que sim: na mesma Cruz em que ele a queria colocar. Aí ele se reencontrará com os que proibiram a leitura dos seus livros por parte dos Católicos e comigo que com estes não concordo.

Fernando d'Costa

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...