quinta-feira, 12 de julho de 2012

Cristianismo e globalização


Impõe-se ao cristianismo uma pesada responsabilidade, vasta como o mundo. Cada dia de torna mais evidente que a civilização ocidental não possui, só por si mesma, a força para criar uma humanidade e operar para o homem a plenitude de sentido. Como religião histórica, apenas o cristianismo se encontraria na situação de proporcionar, a um mundo que se tornou histórico, o sentido e o suporte, cumprindo ainda a integração interna e externa da humanidade.



Walter Kasper, "Introdução à fé", pág. 183

Sem comentários:

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...