segunda-feira, 25 de junho de 2012

Capacidade do definitivo

Na liberdade humana, não existe apenas a preocupação por isto ou por aquilo, mas pelo todo, pelo incondicional, decidindo-se nela o sentido do homem e do seu mundo. (...) Podemos definir a liberdade como a capacidade do definitivo.


Walter Kasper, "Introdução à fé", pág. 159

Sem comentários:

Uma questão de visão, talvez

D. Carlos Azevedo diz que a nomeação de D. António Marto para cardeal tem mais a ver com a visão dele (do nomeado) da Igreja do que com a li...