quinta-feira, 10 de maio de 2012

Direito de resposta do "Público": Diocese do Funchal e o “diálogo com os ateus”

A Diocese do Funchal respondeu ao jornal "Público", que há dias afirmava "Bispo do Funchal suspende projecto de diálogo com ateus" (notícia aqui):

Diocese do Funchal e o “diálogo com os ateus” 
 1. Foi publicado, na 11.ª página da edição do Público de 5 de Maio último, um texto intitulado «Bispo do Funchal suspende projecto de diálogo com ateus», assinado por Tolentino de Nóbrega e que não corresponde minimamente à verdade, devendo ser esclarecido. 
 2. Independentemente de quem possa ser a sua “fonte”, a verdade é que o BISPO DO FUNCHAL NÃO PROIBIU e nem sequer podia ter dado ordens para suspender um projecto, que não lhe foi apresentado, e que a realizar-se carecia do seu conhecimento e autorização, como iniciativa que extravasava a paróquia. 
Ler tudo aqui.
 Agradeço a Henrique Dias, que me alertou para o comunicado.

Sem comentários:

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...