domingo, 22 de abril de 2012

Fé e raciocínio


A fé não pode ser a conclusão de um raciocínio lógico. Por muito que antes do seu advento tenhamos raciocinado, refletido, argumentado, ela é ato de Amor, um ato que, sem ser irrazoável, não é do domínio da razão.

Abbé Pierre, "Testamento...", pág. 63

Sem comentários:

Lucas 15, a esquerda e a direita

Tem piada o artigo de Inês Teotónio Pereira, "A esquerda que queremos ser", no DN de ontem. "Somos [os da direita] aquele i...