sexta-feira, 27 de abril de 2012

27 de abril de 1463. Morre Isidoro de Kiev

Isidoro de Kiev, nascido em 1380, em Tessalónica, inicialmente ortodoxo, foi dos que mais fez pela aproximação entre ortodoxos e católicos. Esteve no Concílio de Basileia-Ferrara-Florença, na parte de Florença (1439), que procurou a aproximação entre as duas confissões cristãs.

Isidoro, que para os ortodoxos ficou na historia como o “apóstata”, anunciou em Moscovo a união Ocidente-Oriente, na sequência do concílio, e por causa disso foi deposto e aprisionado. Conseguiu fugir, acabando por morrer em Roma, no dia 27 de abril de 1463, depois de uma série de aventuras. Dez anos antes, vê "in loco" a queda de Constantinopla. Consegue fugir com vida vestindo um cadáver com as suas roupas de bispo. O cadáver é decapitado como sendo o bispo.


A união, essa, ficou para sempre adiada.

Sem comentários:

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...