quinta-feira, 15 de março de 2012

Ricardo Sá Fernandes insiste que é maçon e católico sem conflito interior

Do "Público" de hoje. O advogado Ricardo Sá Fernandes, católico e maçon, responde a Gonçalo Portocarrero, padre e membro do Opus Dei (não vejam aqui, pf, qualquer paralelismo entre o clube e a prelatura).


Artigo de P.e Portocarrero.
Primeiro artigo de Ricardo Sá Fernandes.

1 comentário:

Anónimo disse...

Caríssimo Jorge,
O Ricardo Sá Fernandes é cristão. E é católico entre parentesis. Isto pode querer dizer que a Igreja Católica de RSF é distinta da Igreja Católica que tem Bento XVI como seu papa.
Um ponto ao calhas: Os argumentos de autoridade apresentados pelo Pe. Gonçalo Portocarrero, revelam uma fé mais do que explícita num dos dois tipos de fonte de revelação que a Igreja acredita: isto é, a Tradição(a outra é a Palavra de Deus, a Bíblia).
Outro ponto engraçado: Ainda que do Magistério não haja uma afirmação infalível, é na verdade caricato que haja mais de meia centena de afirmações... E se formos estudar bem o Concílio Vaticano I, certamente a maçonaria estará implicitamente condenada (ou anematizada) nas suas famosas condenações. (mal ou bem, elas não se apagaram...)
É claro que para a Igreja Católica (de Bento XVI) a posição de Ricardo Sá Fernandes é dissidente, intolerante e ele claramente vira as costas à comunhão com os outros, sobretudo (e por incrível que possa parecer) quando afirma «Não é o senhor padre - nem qualquer outro leigo, padre ou bispo - que, por tal facto, expulsará da Igreja os que não pensam como o senhor.»
Ora, ou o Ricardo Sá Fernandes está a brincar, ou pensa que a Igreja é semelhante à Maçonaria, ou então, como afirmei, este Sá é cristão católico, mas de outro catolicismo que não aquele que tem o Bento XVI como papa. Isto é simples.
Se ele continuar a afirmar que pertence à Igreja de Bento XVI, Ricardo Fernandes, precisa de umas catequeses... e não vejo mal nenhum nisto. Muitos outros que se dizem católicos "da Igreja de Bento XVI", entenda-se, também precisam de aprofundar e viver mais a sua fé.
Há muita falta de formação.. diz-se por aí...

Saudações,
P. Campos

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...