sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

O que o novo cardeal diz é que a mulher deve poder ficar em casa



No "Correio da Manhã" de hoje. O título engana. O novo cardeal não diz que a mulher "deve ficar em casa". Diz que "deve poder ficar em casa", o que é totalmente diferente. Quem tem filhos menores, por muito liberal que seja, sabe que o bispo tem razão (ainda que se possa acrescentar que tal possibilidade também faça algum sentido aplicada ao homem). No entanto, três verbos seguidos num título deve causar urticária aos editores do CM.

2 comentários:

maria disse...

Jorge, o cardeal tem alguma razão. Mas não deixa de colocar o ónus da educação dos filhos apenas na mulher. E o pai? Ele nunca o refere. E sabemos bem o papel que a Igreja atribui à mulher.

João "o discípulo amado" Silveira disse...

Bem observado, Jorge.

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...