segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Ainda o Cardeal e as mulheres


No JN de sábado, 18 de fevereiro.

2 comentários:

Anónimo disse...

Muito bem visto!
Mas acontece porém, que ainda há por aí muita mãezinha que, apesar de ter a oportunidade de ficar com a criança mais uns meses ao seu cuidado, prefere "despejá-la" no infantário, porque não tem paciência para birras e choros e está farta de mudar fraldas, dar biberão e colheradas de papa. Muito menos lhe apetece dar colo e brincar.
Também isso é preciso ser visto...

HD disse...

Ao pesquisar diversas citações, sejam reportagens escritas, como peças radio e tv, do Sr Cardeal,é estranho que alguns queiram ver no que ele diz, algo que não está lá. Há frases que ele profere repetidamente, que denotam convicção, mas também uma falta de actualização sobre a realidade em alguns domínios da sociedade em Portugal. E isto foi sendo repetido, em diversas entrevistas:
“ a melhor formadora é a mãe” (…) Um Pais depende muito, muito, das mães, pois é ela que forma os filhos. Não há melhor educadora que a mãe. Mas se a mãe tem de trabalhar pela manhã e pela noite e depois chega a casa e o marido quer falar com ela e não tem com quem falar…”
Inadequado no tempo e na compreensão da Família Cristã do Sex XXI. Por exemplo, nada tem a ver com o que os Grupos de Preparação para o Matrimónio estimulam, junto dos jovens casais. Um projecto de partilha de responsabilidades na educação, onde homem e mulher constroem um futuro de parceria e compromisso. Dá mostras de estar parado no tempo, com uma visão de família que existia em 1961,data em partiu para o Vaticano…..
Tudo isto serve para refletir… sobre a falta de esclarecimento que grassa em alguns corredores do Vaticano, no que toca ao papel da mulher católica de hoje na sociedade, o papel do casal na educação de hoje…etc,etc.
HDiaspart

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...