quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Karl Barth e João XXIII


Karl Barth

Por estes dias muito se tem falado de João XXIII e do início do II Concílio do Vaticano, que foi convocado no dia 25 de Dezembro de 1961 para começar no dia 12 de Outubro do ano seguinte.

Por isso, gostava de aqui lembrar a reação Karl Barth, teólogo da Igreja Reformada (que por causa da analogia entis, com que não concordava, e do sola fides, dizia que nunca haveria ser ser católico), a quando a eleição pontifícia de Giovanni Roncali. Impressionado pelo carácter humano e pela dimensão evangélica de João XXII, afirmou: “Agora, sou capaz de ouvir a voz do Bom Pastor”.

Sem comentários:

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...