quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Bento XVI, líder dos luteranos

Reinhard Frieling

O teólogo alemão Reinhard Frieling, luterano, defende que Bento XVI seja nomeado líder honorário de todos os cristãos. "O sonho da comunhão de todos os cristãos pode-se tornar realidade se os protestantes oferecerem ao papa o papel de chefe honorário da cristandade", disse o ex-líder do Institute Kundlichen, de Bensheim. O Papa poderia “falar em nome da cristandade em situações extraordinárias”, acrescentou.

A ideia não é propriamente nova, uma vez que há dez anos Johannes Friedrich, bispo da Igreja Luterana da Baviera, argumentou que o Papa deveria ser aceite como porta-voz do cristianismo mundial. Seria algo muito positivo. Caminhar-se-ia mais decisivamente para o que Pedro deve ser na Igreja. Regresso às origens, a Pedro na grande "cada comum" ("ecumene").

Em Setembro o Papa vai estar no mosteiro agostiniano em Erfurt, que Lutero frequentou. Vai reunir-se com representantes da Igreja Evangélica na Alemanha e, supõe-se, no ar vai pairar a comemoração do meio milénio da reforma luterana (1517 - 2017). Li aqui.

Hoje, qualquer católico minimamente informado sabe que Lutero tinha razão quanto ao sacerdócio laical, na doutrina da justificação, na leitura da Bíblia, nas línguas vernáculas na liturgia. A Igreja católica seguiu-o com séculos de atraso nestes assuntos (agora parece regredir ao voltar ao latim) e manteve o que de bom devia manter – como a veneração de Maria, o primado de Pedro, a independência da hierarquia em relação ao Estado. Noutros, como o ministério das mulheres e o fim do celibato obrigatório, lá chegará.

Aguardo com grandes expectativas a ida de Bento XVI aos aposentos de São Lutero.

1 comentário:

Anónimo disse...

Ñão tenham muitas expectativas. Bento XVI não vai sequer abordar o assunto sacerdócio das mulheres e também a questão do celibato obrigatório.
Por fim uma questão: depois do fim de semana passado alguém tem dúvidas da primazia do papa sobre todos os outros líderes religiosos? Gostem ou não o Papa é o sucessor directo de Pedro e não há volta a dar.

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...