sábado, 9 de junho de 2012

Atenções em Lviv

As atenções portuguesas estão centradas em Lviv (Portugal-Alemanha). Esta cidade ucraniana já por cá andou várias vezes.

1) A propósito de um filme com Anthony Quinn:
Em “As Sandálias do Pescador” (o livro é de 1963; o filme é de 1968), Kiril Pavlovich Lakota (Anthony Quinn), arcebispo de Lviv (hoje na Ucrânia, durante várias décadas na Polónia) é libertado após duas décadas de trabalhos forçados na Sibéria. Feito cardeal, é inesperadamente eleito Papa após a morte de Pio XIII. Escolhe o nome eslavo de Kiril... Os tempos são de Guerra-Fria (aqui).
2) Lembrando o primeiro canonizado de Bento XVI, D. José Bilczewski, que era arcebispo desta antiga diocese oriental de rito latino:
No dia 26 de Junho de 2001, durante uma visita a Lviv, João Paulo II beatificou José Bilczewski, afirmando: “Esta beatificação constitui também para mim um motivo particular de alegria. O beato José Bilczewski permanece na linha da minha sucessão apostólica. De facto, ele consagrou o arcebispo Boleslau Twardowski, que por sua vez ordenou bispo Eugénio Baziak, de cujas mãos eu recebi a ordenação episcopal. Hoje, pois, também eu recebo um novo e particular patrono” (aqui).
3) Perto de Lviv, a umas escassas de dezenas de quilómetros, fica Bolechow/Bolekhiv, destino das demandas de Daniel Mendelsohn.
Um homem nasceu na Áustria, estudou na Polónia, casou na Alemanha, teve filhos na URSS e morreu na Ucrânia. Fez tudo isto sem sair da sua aldeia. Vivia em Bolechow (aqui).

Sem comentários:

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...