segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Balões dos Bispos

No "i" de hoje.

26 comentários:

Anónimo disse...

D. José Cordeiro também já se pronunciou sobre a crise:

http://www.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=28063&e_id=&c_id=1&dif=tv

http://vmais.rr.sapo.pt/default.aspx?fil=251443

Outros bispos o fizeram também. Mas não basta pronunciar-nos. É preciso que se tomem medidas práticas. A igreja católica tem desde sempre apoiado os mais necessitados, mas é urgente que os governantes criem incentivos à produção de riqueza e de emprego.

Anónimo disse...

Acredito nestas pessoas que falaram: Clemente, Policarpo e Cordeiro. Procuram a justiça social e são pessoas justas. Mas anda para aí muito padre com fortunas enormes. Neste Natal que passou estes 3 nomes juntamente com Tolentino marcaram a agenda. E os outros alguém os ouve? Não porque não são exemplo para nínguem.

Maria de Fátima disse...

Ora,como cristã e católica parece-me que,há que começar " por dentro " dando o exemplo como IGREJA, de que estamos determinados a partilhar, a solidarizar-nos, a aproximar-nos e a incluir os que estão em dificuldades ( não gosto da palavra necessitados, pois, necessitados estamos todos ) e assim, comecemos por cumprir a missão fulcral da Igreja como Jesus Cristo seu fundador - estarmos do lado dos pobres e oprimidos. Ainda foi neste Verão passado que assisti ao esbanjamento de rios de dinheiro em festas ditas "religiosas"; ditas "paroquiais", numa afirmação eloquente de a Igreja serve para tudo - até para agência colossal de espectáculos. E não é que ainda batem palmas publicamente no fim de fazer a asneira. Distribuam as receitas arrecadadas pelos pobres. A mundanização da Igreja não vencerá!

Anónimo disse...

Realmente acontece muito as chamadas ditas festas paroquiais. Mas em maior parte dos casos são comissões de festas à "margem" dos párocos" ou da paróquia e o Povo embarca na onda. Exemplos: à "pala" dos Santos o Tony Carreira ganha numa só noite - 75 mil euros. Vergonhoso.

Anónimo disse...

Assisti recentemente à ordenação de um bispo. Quanta pompa e dinheiro esbanjado! Que feira de vaidades! A igreja até pode ajudar os pobres, mas esbanja muito dinheiro e pavoneia muita vaidade. Já um anónimo escreveu neste blogue que se Jesus Cristo viesse agora ao Mundo, morria de susto porque não se reveria no que a igreja católica faz em nome da fé em Jesus Cristo.

João "o discípulo amado" Silveira disse...

Dinheiro esbanjado na ordenação dum bispo? Só se foi nos cadernos para à Missa, porque não vi mais nada.

Já não há paciência para a mesma lenga-lenga de sempre, a riqueza da Igreja etc, parecem o PCP. Mudem o disco, que esse já enjoa.

Anónimo disse...

Eu também estive nos Jerónimos. Muita pompa, muita vaidade e muito desperdício, sim. Só em paramentaria...

João "o discípulo amado" Silveira disse...

Concordo. Aconselho que se venda tudo e se comprem fatos de treino no chinês, vai-nos ajudar a todos. Que tipo de roupa é que costuma usar? Não tem o mínimo de pompa? Desde já os meus parabéns, é o campeão da humildade.

HD disse...

A ostentação em qualquer situação, é de facto atentatória da dignidade Evangélica dos que nada têm.. Felizmente que há muito clero que não age com Fé, pelo tamanho da sua batina, não sendo difícil de entender onde está Cristo , em gestos e atitudes na Igreja!
HDias

Anónimo disse...

É altura de nos deixarmos conduzir pela vida de Jesus e nos deixarmos de beija mãos e vénias descabidas. Escolhamos a humildade e o serviço. O resto é só vaidade!

João "o discípulo amado" Silveira disse...

Não creio que Ele esteja nesses comentários. Sempre foi fácil criticar. Então na internet ainda mais fácil é, e ainda mais como Anónimo.

Acha que Jesus ia ser um anónimo a comentar na internet ou alguém a ajudar os outros? Este comentários ajudam a quem? Tenho pena que os católicos se tenham deixado levar por esta mentalidade comunista, mostra que pouco sabem do Evangelho.

Anónimo disse...

A mim não me repugna nada as vénias e beija mão. Se reflectirmos isso só aumenta a responsabilidade das pessoas que estão na dita hierarquia.

HD disse...

Mentalidade comunista na Igreja? Só se for nos que na Igreja adoram, o culto da personalidade,a hierarquia cega,a ostentação,as batinas para se afirmarem diferentes,o deslumbramento do poder,a acepção de pessoas, as lavagens ao cérebro,o conluio para defender criminosos, em vez de protegerem vitimas...sim esses conspurcam a Igreja replicando a metodologia comunista....Cristo não está nesses caminhos!
HDias

João "o discípulo amado" Silveira disse...

O que o senhor está a dizer é o exacto discurso da Teologia da Libertação, quer lá coisa mais comunista? Para se afirmarem diferentes? Um Padre não é diferente de mim? Então não vale a pena existirem Padres. cada um celebra a sua Missa, muito mais prático. E as confissões? É logo directo a Deus, nada de ter de admitir as minhas falhas a um Padre, que bom!

Anónimo disse...

Ó sr "o discípulo amado", você é cómico. Muito cómico! Sossegue que a verdade vem ao cimo, como o azeite...
Depois conversamos de pompas e outras coisas mais. Haja paciência para estes "santos"!

Da Silva disse...

Já li aqui muita negação do que não é a Igreja e de onde não está Cristo. Algum de vós iluminados me poderia dizer onde Ele está senão na Igreja?

Vejam :

Culto da personalidade ? Não percebi, está a tentar dizer que não devemos ter personalidade na Igreja, que tudo deve reportar apenas a Cristo e que uma simples pessoa como o Santo Padre, não pode exprimir a sua Humanidade porque está a fugir da doutrina? Se for isso tem bom remédio, os protestantes estão uns quantos graus a norte é só pedir filiação.

Hierarquia Cega? Como assim, está a dizer que os 12 apóstolos não tinham hierarquia, que eram um bando de homens sem lei. Está a dizer que Cristo disse sobre esta pedra vou edificar a minha igreja a quem ? A toda a gente? Aos discípulos todos que naquela altura ascendiam aos milhares? Explique-se.

Ostentação ? Onde? Diga concretamente, porque a única ostentação que vejo é a caridade da igreja em contra-posição com o seu Estado.

As batinas são de facto para se afirmarem diferentes do comum dos cidadãos, ou acha que os polícias deviam andar vestidos à civil, os soldados também, e até os juízes. Padre, para além de não ser profissão é um estado de vida, que para quem é católica passa por um sacramento muito especial. Contestar isso é contestar a doutrina eclesial.

Lavagens ao cérebro, de facto é verdade existem. Quando a norma é a promiscuidade, a procura pelo sexo desenfreado, pelo consumo e pela auto-destruição da vida, um sr. padre passa de facto por alguem, que ao contrapor isso é tido como um "lavador de cérebros" só fico feliz porque é bom, é óptimo que lavem o cérebro do mau para o bom.

Conluio para defender criminosos? Como por exemplo o Santo Padre exortar as autoridades a maior atenção, criar cartas especificas para os sacerdotes e afins para melhores práticas com o sexo oposto e até crianças? bem como o dirigir-se e as vítimas de abusos sexuais por parte de MEMBROS da Igreja. Não sei onde está o conluio.

Cristo está onde estão 2 ou mais católicos. E atenção, por católico entenda-se alguém que respeita a doutrina, respeita a hierarquia e os sacramentos. Não gosta, está fora. É pena, mas é assim.

Anónimo disse...

São estes fundamentalistas que me afastam até de Deus. Livra!

Anónimo disse...

Ó "da silva", você é do melhor! Acabou de entrar para a minha colecção de CROMOS!

João "o discípulo amado" Silveira disse...

Ahah os argumentos dos anónimos fazem juz aos seus nomes...não existem!

Só o pecado nos afasta de Deus, caro anónimo. O resto é tudo bom.

Anónimo disse...

Realmente há gente que critica tudo e todos por nada. Mete-lhes impressão as batinas, os paramentos etc, etc. Há aqui comentários que demonstram uma "raiva" a padres e tudo relacionado com eles. Dos bispos que temos em Portugal pode haver um ou outro que ostenta vaidade e até algum desejo de poder terreno, mas parece-me que há exageros na grande maioria aqui postados. A maior parte dos nossos bispo, em Portugal são gente simples e de grande humanidade.

Anónimo disse...

Não tenho raiva nenhuma. Essa sentimento não existe em mim. Detesto a ostentação e por isso faz-me confusão tanto enfeite. Gosto de uma Igreja sóbria onde sinta o poder do amor.

Anónimo disse...

Ao anónimo das 18:04. Comentário sério e honesto. Parabéns!

Da Silva disse...

Com tanto anónimo e com as ideias aqui demonstradas, fico a pensar que são todos a mesma pessoa, com possíveis desordens psiquiátricas.

Anónimo, seja lá quem ou o que for, desculpe não me dirigir a si pessoalmente, mas não costumo falar com pessoas escondidas sob um teclado. No entanto, veja :

Acusa-me de fundamentalismo, tudo bem, disseram o mesmo a Cristo ( os Fariseus e Saduceus não eram "Anónimos", mas suponho que seja parecido.

A sua caderneta de cromos, pelo que me parece comporta os amantes da Igreja de Cristo, a real Igreja de Cristo, só posso estar contente que me inclua lá.

Como gostaria de o ver salvo, porque não recomendar-lhe uma ou duas leituras. Permita-me :

Catecismo da Igreja Católica ( caso se sinta em esforço intelectual tem o Youcat).

Sacramento da Redenção ( óptima obra que demonstra o que deve e não deve fazer na celebração eucarística)

Novo Testamento ( a história de Cristo, que tem de ser aceite do início até ao fim)


Boas leituras, e se um dia se desvelar por detrás do CPU, poderemos abordar as suas dúvidas como duas pessoas crescidas.
Cumps

Anónimo disse...

Da Silva, você é o meu cromo favorito! Definitivamente!!!

Jorge Pires Ferreira disse...

A quem tem comentado aqui sugiro a leitura da "Ser Cristão para quê?", de Timothy Radcliffe, nas páginas 239-259. Para todos os efeitos, coloquei aqui um resumo: http://tribodejacob.blogspot.com/2012/01/catolicos-do-reino-versus-da-comunmhao.html

Anónimo disse...

Ai que peninha eu tenho do das 18:04!

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...